«A Maior Flor do Mundo» pelas palavras da Ana Rita

flor_itinerancia_editada1Recebemos já um primeiro texto de uma aluna que participou no atelier A Maior Flor do Mundo na Escola EB 2, 3 Inês de castro de São Martinho do Bispo. Trata-se da Ana Rita, aluna da turma 5.º A que nos enviou o texto que a seguir reproduzimos, com um agradecimento:

O Herói da Flor

Era uma vez um rapazinho que não sabia ler nem escrever… Vivia numa ilha encantada, tinha alegria e casas por todo o lado! Mas não havia escola, por isso tinha de arranjar alguma coisa que gostasse de fazer.
Este menino chamava-se José Saramago. De facto, era conhecido como o “Letras”, pois naquela ilha era o único com imaginação para quase tudo!
Uma vez, preocupado por não ter imaginação, foi até aos confins da ilha sem se preocupar com mais nada… Foi tão longe que, quando se lembrou de que estava sozinho, seguiu para onde o destino o levasse… Se já ninguém sabia dele, podia continuar a sua viagem perdida! Pelo caminho, encontrou uma flor. Era estranha, mas o mais engraçado é que chamava muito a sua atenção. Ficou um longo tempo a olhar para a pequena flor murcha e, logo depois, lembrou-se de ir buscar água ao rio. Foi um longo caminho, mas voltou para ao pé da flor num instante! Sem imaginar que poderia acontecer uma coisa tão fascinante, a flor subiu, subiu e subiu cada vez mais…
A flor, naquele estado, parecia do tamanho do mundo!
O sono, de repente, chegou aos olhos do pequeno rapaz, o “Letras”. A flor, para lhe agradecer, decidiu dar uma das suas pétalas para servir de cobertor durante algum tempo…
Entretanto, os pais do rapaz já estavam preocupados. Deram a volta à ilha encantada, mas nada…
De repente, uma porta, vinda do nada, abriu-se… Os pais, com algumas esperanças, atravessaram a porta e um pouco mais à frente encontraram o José…
Finalmente em casa, José Saramago foi até ao centro da ilha ver a grande flor.
Com um sorriso na cara, as pessoas que lá viviam deram um abraço ao “Letras” e todas juntas disseram:
– Este é o nosso herói!
Tentei cumprir a promessa de escrever esta história com outras palavras. Espero que esteja bem contada, para mais tarde escrever as minhas próprias histórias!

Ana Rita Simões Lopes, 5.º A

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: